Pais e FIlhos

Este é um post mais narcisista do que nunca!

Uma vez recebi um e-mail contando a história de uma mãe conversando com a filha que tinha dúvidas se teria um filho ou não. A mãe começa então a pensar em dizer todas as dificuldades e mudanças que um filho tráz consigo, enumerando uma enorme lista. Mas, ao final ela apenas olha para a filha e diz emocionada: "Com certeza, vale muito a pena!"

Hoje com um lindo filho de 4 anos, o Bernardo, eu vejo como todas as mudanças e dificuldades que passamos são infinitamente inferiores à felicidade que é ver uma criança crescer e se desenvolver, retornando em quantidades muito maiores o amor que você depositou. E ainda temos a ingênua noção de que ensinamos alguma coisa a eles. Na verdade eles nos ensinam muito mais todos os dias, seja tendo mais paciência, bem como aquela simples sensação de paz interior que experimentamos enquanto os observamos dormir.

E isso é realmente tão intenso que achamos que não deveríamos ficar com um só. Eu e minha esposa Flávia estamos grávidos há quatro meses e ontem fizemos uma ecografia em que descobrimos que o Bernardo vai ganhar uma irmãzinha. Era algo que desejávamos muito, uma família completa. Além, claro, da mãe, que pode realizar o desejo de comprar uma infidade de roupas e acessórios cor-de-rosa!

Aguardamos ansiosamente a chegada da ISADORA para março do ano que vem.

Agora sempre que alguém me comenta que está pensando ou está em dúvida sobre ter um filho, acontece comigo o mesmo da história: eu penso eu tudo que passei mas apenas digo: "É uma bençao, vale muito a pena".

E sim, eu sou um pai babão! :o)

1 Comentários:

Angel.. disse...

Q coisa linda... cheguei a m arrepiar.. hehehe

BlogBlogs.Com.Br